“VBísses”


Há algumas coisas que são muito mágicas (atalhos? :)) no VB.NET em relação ao C#. Acredito que isso exista justamente por efeitos de compatibilidade em relação ao que já existia no passado, em outras versões do Visual Basic.

Dois detalhes especiais que sempre explico durante os treinamentos e que gera uma boa discussão, é com relação aos módulos e as variávies estáticas do Visual Basic [.NET]:

1 – Módulos: Quando compilado, vira uma classe concreta com todos os seus membros definidos como estáticos (Shared). Bem, concordo que isso acaba sendo uma espécie de “atalho”, mas o grande problema com eles é que não são OO em design-time, ou seja, não é possível herdar de um módulo ou herdar alguma classe em um módulo. É importante dizer que eu não conheço o VB 6 e não sei qual o comportamento (depois da compilação) dos módulos e classes.

2 – Variáveis estáticas: Quando compilado, as variáveis estáticas são elevadas a campos privados da classe corrente. A principal diferença entre as variáveis estáticas e os membros privados do campo é o escopo, pois as variáveis estáticas somente são acessíveis onde foram declaradas; já os membro privados, podem ser acessados dentro de qualquer membro dentro da mesma classe onde o mesmo foi declarado.

Lembrem-se que eu gosto bastante de VB.NET. O post é somente para direcionar as pessoas que estão começando em novos projetos a seguir por um caminho que, ao meu ver (IMHO), é o correto.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s