Chamadas assíncronas à Serviço via modelo de eventos


O WCF fornece, não por padrão, a possibilidade de invocar as operações de um serviço de forma assíncrona. Quando efetuamos a referencia para um serviço via IDE do Visual Studio 2008 ou através do utilitário svcutil.exe (com a opção /async) automaticamente, além da versão síncrona do método, dois métodos chamados BeginXXX/EndXXX (onde XXX é o nome do método síncrono) são adicionados, permitindo que voce invoque assincronamente uma determinada operação.

Além do tradicional modelo de chamadas assíncronas (APM), temos a possibilidade da chamada assíncrona baseada em eventos. A idéia aqui é, antes de invocar a operação, voce poderá assinar à um evento que será disparado somente quando o processo assíncrono finalizar. Isso evitará de ter um trabalho manual para analisar se o processo finalizou ou não (poll, waiting, etc.). Internamente durante a geração do proxy, o código que é auto-gerado já inclui a implementação necessária para o modelo baseado em eventos.

Basicamente é criado mais uma versão do método, agora com o sufixo XXXAsync que, internamente, faz a chamada para os métodos BeginXXX/EndXXX que, como já sabemos, dispararam a operação de forma assíncrona. Além disso, um delegate do tipo EventHandler<T> também será criado para representar o callback que, quando disparado, invocará o evento do lado de quem está consumindo o serviço. Abaixo um exemplo de como efetuar a chamada assíncrona baseada em eventos:

using (ClienteClient p = new ClienteClient())
{
    p.CalcularComissaoCompleted += 
        new EventHandler<CalcularComissaoCompletedEventArgs>(p_CalcularComissaoCompleted);

    p.CalcularComissaoAsync(“2”);
    Console.ReadLine();
}

static void p_CalcularComissaoCompleted(object sender,
    CalcularComissaoCompletedEventArgs e)
{
    Console.WriteLine(“Fim.”);
}

Se notarmos a implementação interna do proxy, veremos que o método XXXAsync faz o uso do método InvokeAsync, da classe ClientBase<T>. Este método está disponível somente a partir do .NET Framework 3.5. Sendo assim, alguns detalhes durante a geração do proxy precisam ser analisados:

  • Via “Add Service Reference”: se voce estiver fazendo a referencia em um projeto que esteja utilizando o .NET Framework 3.5 e voce opta pela geração dos métodos que dão suporte ao processamento assíncrono, ele também criará os tipos necessários para suportar o modelo de eventos.
  • Via svcutil.exe: neste caso voce precisará especificar através do parametro /async e, além disso, especificar a versão do .NET Framework através do parametro /targetClientVersion, apontando para Version30 ou, se quiser utilizar o modelo baseado em eventos, utilizar a opção Version35.
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s