Embutindo o PIA


Quando referenciamos um componente COM em um aplicativo .NET, o Visual Studio .NET nos auxilia na criação de um Assembly de Interoperabilidade, conhecido como Primary Interop Assembly, ou somente PIA. Na verdade, a IDE recorre à um utilitário chamado tlbimp.exe, que dado um determinado componente COM, gera uma DLL com toda estrutura (tipos) do componente COM, já “traduzindo” os tipos COM para tipos .NET, facilitando assim o consumo por uma aplicação .NET.

Uma das melhorias que o .NET 4.0 está trazendo é a possibilidade de embutirmos esse Assembly de interoperabilidade no Assembly da aplicação. Para isso, basta ir até as propriedades da referência COM e definir a propriedade Embed Interop Types como True. Isso evita ter um Assembly exclusivo para servir como “ponte” entre a aplicação .NET e o componente COM. Lembro-me de alguns poucos projetos que tivemos que utilizar esse recurso que, como se já não bastasse o overhead que é causado pelo RCW, a distribuição era terrível, já que tínhamos que registrar efetivamente o componente COM no Windows, e instalar o Assembly de interoperabilidade e a aplicação em si.

Além de facilitar a distribuição, esse recurso ainda se preocupa em inserir no Assembly da aplicação somente os tipos necessários que a mesma utiliza, diminuindo consideravelmente o tamanho final da mesma. Podemos notar isso através da imagem abaixo:

pia

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s