Tecnologias que circundam o WCF


Em 2006 a Microsoft lançou a versão 3.0 do .NET Framework, que nada mais era do que “grandes blocos” que foram adicionados ao 2.0. Entre esses grandes blocos, temos o WCF. Como todo mundo sabe, ele é o novo pilar para comunicação dentro da plataforma .NET. A estrutura deste framework, facilitou a entrada de novos produtos, também criados pela Microsoft, para atender cenários específicos.

Isso acaba facilitando bastante, já que grande parte da complexidade do WCF acaba sendo abstraída do desenvolvedor. Depois do .NET Framework 3.0, veio a versão 3.5, que incorporou novas funcionalidades, e mais tarde, no PDC 2009, a Microsoft publicou novos serviços, construídos em cima do WCF. Atualmente temos os seguintes tipos de serviços disponíveis:

  • Serviços SOAP: É o WCF em si. Possibilita a construção de serviços baseando-se em padrões de mercado, que tentam manter a interoperabilidade entre várias plataformas ou com outras tecnologias, como COM+, MSMQ, .NET Remoting, etc. Esses padrões regem transações, segurança, entre outras funcionalidades. A idéia aqui é permitir a construção de serviços orientado à operações que você precisa expor ao mundo, através dos mais diversos protocolos.
  • Serviços WebHttp: A partir da versão 3.5, a Microsoft trouxe a capacidade de construir serviços REST dentro do WCF. Usando métodos como POST, GET, PUT, etc., em conjunto URLs (onde você pode formatar do jeito que desejar), temos a flexibilidade de expor operações para serem consumidas diretamente, sem envolver essas requisições em envolopes SOAP, facilitando assim o consumo por aplicações AJAX, por exemplo.
  • Serviços para Dados: Semelhante a anterior, mas a idéia é expor via REST as informações contidas em um banco de dados. Inicialmente levava o nome de ADO.NET Data Services, mas depois do PDC foi renomeado para WCF Data Services.
  • Serviços de Workflow: Basicamente, a ideia é permitir que um workflow (construído pelo Windows Workflow Foundation (WF)) possa ser consumido e coordenado por serviços WCF. Situações onde você tem operações que possuem uma longa duração, a necessidade de manter o estado entre chamadas, esse tipo de serviço poderá ajudar.
  • Serviços RIA: WCF RIA Services estará disponível juntamente com o Silverlight 4.0, e simplificará a forma como você escreverá uma aplicação N-tier, onde o cliente será o próprio Silverlight.
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s