MEF – Managed Extensibility Framework


revista mundo .net - 018 Toda aplicação que deseja suportar “plugins”, terá que se preocupar, também, em criar toda a infraestrutura necessária para suportá-los. Como essa preocupação está cada vez mais popular nos dias de hoje, a Microsoft trabalha em um projeto chamado MEF – Managed Extensibility Framework. Ao invés de explicitamente referenciar os componentes na aplicação, o MEF permitirá efetuar o descobrimento desses componentes de forma implícita, através de composição, gerenciando tudo o que for preciso para manter essas extensões, possibilitando que sua aplicação fique dependente de uma abstração, e não de uma implementação.

Atualmente o MEF encontra-se em desenvolvimento, e a Microsoft tem disponibilizado versões CTPs (Community Technology Preview), para avaliações do produto. A versão atual é a CTP 8, que já vem incorporada no Beta 2 do Visual Studio .NET 2010 e .NET Framework 4.0 e, provavelmente, fará parte da versão final do .NET Framework 4.0.

Este artigo tem a finalidade de abordar a API do MEF, mostrando todas as suas funcionalidades e como podemos utilizá-las em nossas aplicações.

Anúncios

2 comentários sobre “MEF – Managed Extensibility Framework

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s