Introdução ao MediatR


Ao trabalhar com CQRS, o primeiro passo é criar a infraestrutura de mensagens para suportar os comandos, consultas e eventos que a aplicação tenha. Somente a partir daí é que passamos a nos preocupar com o código referente as atividades quais nossa aplicação irá desempenhar. Para evitar a criação de toda estra estrutura, podemos recorrer à uma biblioteca chamada MediatR, que já disponibiliza esta estrutura para tráfego das mensagens, incluindo a possibilidade de notificações (eventos).

O vídeo abaixo explora essa biblioteca, com exemplos simples e práticos de sua utilização. O cenário é uma loja de comércio eletrônico extremamente simples, mas que faz uso de vários recursos que a biblioteca possui, passando pelas mensagens, tratadores, notificações e customização do pipeline de execução. O código usado no vídeo está disponível neste endereço.

6 comentários sobre “Introdução ao MediatR

  1. Bom dia Israel,
    Parabéns pelo excelente vídeo, ou melhor pela excelente série de vídeos!
    Sua didática é incrível, ainda bem que temos pessoas assim que explicam um determinado assunto e quem assiste o vídeo consegue compreender como “aquilo” funciona.

    Israel você tem algum curso completo onde é desenvolvido do zero uma aplicação usando ASP.NET Core 3.0, DDD, CQRS, Event Sourcing e Meditr?

    Um grande abraço,

    Alexsandro Andrade

      • Bem que você podia fazer um curso completo para os seus admiradores, leitores e espectadores. Rsrs.
        Um grande abraço e muito sucesso!

  2. Opa Israel, beleza? Não sou um leitor assíduo mas sempre acompanho algumas coisas dos seus materiais, e uns 10 anos atrás, chegamos a trocar mensagens (dúvidas minhas) não lembro se via twitter ou por comentários do blog mesmo.
    De qualquer forma, surgiu uma discussão hoje na empresa que presto serviço que querem iniciar um novo projeto grande e na hora me lembrei que em um vídeo/webinário ou alguma outra fonte sua você citou: Devo escrever meus códigos em português ou em inglês? Na época você defendeu em português por alguns motivos (lógico, se a empresa não tivesse filiais ou desenvolvedores de outros idiomas, e etc). Gostaria de saber se você tem algum artigo sobre isso e se você defende (depois de 10 anos) algum dos dois pontos.
    Forte abraço e adorei sobre o mediatr.

    • Boas Leandro. Não, não tenho nenhum artigo detalhando isso, porém eu continuo escrevendo em português. Só que utilizo inglês quando, por exemplo, estou criando algo a ver com infraestrutura, como uma DAL de acesso à dados, etc.

Deixe uma resposta para Israel Aece Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s