Configuração do WCF no cliente


Quando fazemos a referência a um serviço WCF em uma aplicação cliente, o arquivo de configuração sofre uma grande mudança, pois todas as configurações de acesso ao serviço (endpoints, bindings, behaviors, etc.), são colocadas dentro deste arquivo. Muitas vezes, o arquivo de configuração de uma aplicação já possui várias outras entradas, e colocar todas essas outras configurações, torna o arquivo muito extenso.

A partir do WCF 4.0, a Microsoft incluiu uma nova classe chamada ConfigurationChannelFactory<TChannel> (System.ServiceModel.Configuration), que herda diretamente da classe ChannelFactory<TChannel>. Com essa classe, podemos isolar as configurações do WCF em um arquivo de configuração a parte, dando uma maior flexibilidade, já que podemos criar um proxy (DLL) e distribuir o respectivo arquivo de configuração, e aquele que consume, não precisa fazer nada além de colocar o arquivo no diretório da aplicação.

Para trabalhar com essa classe, temos que recorrer a criação manual do proxy, assim como foi falado aqui. Primeiramente precisamos utilizar a classe ExeConfigurationFileMap, que recebe o nome de um arquivo de configuração, e que neste caso, conterá as configurações necessárias para o serviço. Em seguida, abrimos esse arquivo mapeado e o passamos para a classe ConfigurationChannelFactory<T>. Depois disso, tudo fica conforme já sabemos, invocando o método CreateChannel e, finalmente, o consumo das operações. O código abaixo ilustra esse exemplo:

ExeConfigurationFileMap map = new ExeConfigurationFileMap() { ExeConfigFileName = “wcf.config” };
Configuration config = ConfigurationManager.OpenMappedExeConfiguration(map, ConfigurationLevel.None);
ConfigurationChannelFactory<IContrato> factory =
       new ConfigurationChannelFactory<IContrato>(
              “NetTcpBinding_IContrato”,
              config,
              new EndpointAddress(“net.tcp://localhost:9292”));
IContrato proxy = factory.CreateChannel();
Console.WriteLine(proxy.Ping(“teste”));

Um comentário sobre “Configuração do WCF no cliente

Deixe uma resposta para Prodis a.k.a. Fernando Hamasaki de Amorim Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s